NOSSA MISSÃO

A Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Palmeira das Missões Ministério de Madureira, tem a missão de fazer a diferença no Reino de Deus em Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul, no Brasil e em outros países do mundo. Pois nossos objetivos nos levam a sermos uma igreja alicerçada na Palavra de Deus primando pela salvação das almas, levando o evangelho a toda a criatura fazendo sempre a vontade de Deus, reconhecendo que o Senhor Jesus Cristo é o Senhor e Salvador de todos nós, para que os homens sejam servos obedientes e bons dispenseiros da multiforme graça do Senhor. Ministério de Madureira Uma Igreja Feliz! Contatos: 55.99998.3905, 55.984278599 e 55.99915.8554.

IEADEMMAD

IEADEMMAD
IEADEMMAD

CONAMAD - CONEMAD/RS - IEADEMMAD

CONAMAD - CONEMAD/RS - IEADEMMAD

Nossos Cultos!

Nossos Cultos!

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Vencendo O Gigante!

ESTUDO BÍBLICO
Texto base: 1 Samuel 17:31-58

  • 31. As palavras de Davi chegaram aos ouvidos de Saul, que o mandou chamar.
  • 32. Davi disse a Saul: "Ninguém deve ficar com o coração abatido por causa desse filisteu; teu servo irá e lutará com ele".
  • 33. Respondeu Saul: "Você não tem condições de lutar contra esse filisteu; você é apenas um rapaz, e ele é um guerreiro desde a mocidade".
  • 34. Davi, entretanto, disse a Saul: "Teu servo toma conta das ovelhas de seu pai. Quando aparece um leão ou um urso e leva uma ovelha do rebanho,
  • 35. eu vou atrás dele, dou-lhe golpes e livro a ovelha de sua boca. Quando se vira contra mim, eu o pego pela juba e lhe dou golpes até matá-lo.
  • 36. Teu servo pôde matar um leão e um urso; esse filisteu incircunciso será como um deles, pois desafiou os exércitos do Deus vivo.
  • 37. O Senhor que me livrou das garras do leão e das garras do urso me livrará das mãos desse filisteu".
  • Diante disso Saul disse a Davi: "Vá, e que o Senhor esteja com você".
  • 38. Saul vestiu Davi com sua própria túnica, colocou-lhe uma armadura e lhe pôs um capacete de bronze na cabeça.
  • E disse a Saul: "Não consigo andar com isto, pois não estou acostumado". Então tirou tudo aquilo
  • 39. Davi prendeu sua espada sobre a túnica e tentou andar, pois não estava acostumado com aquilo.
  • 40. e em seguida pegou seu cajado, escolheu no riacho cinco pedras lisas, colocou-as na bolsa, isto é, no seu alforje de pastor, e, com sua atiradeira na mão, aproximou-se do filisteu.
  • 41. Enquanto isso, o filisteu, com seu escudeiro à frente, vinha se aproximando de Davi.
  • 42. Olhou para Davi com desprezo, viu que era só um rapaz, ruivo e de boa aparência, e fez pouco caso dele.
  • 43. Disse ele a Davi: "Por acaso sou um cão, para que você venha contra mim com pedaços de pau?" E o filisteu amaldiçoou Davi, invocando seus deuses,
  • 44. e disse: "Venha aqui, e darei sua carne às aves do céu e aos animais do campo!"
  • 45. Davi, porém, disse ao filisteu: "Você vem contra mim com espada, com lança e com dardos, mas eu vou contra você em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem você desafiou.
  • 46. Hoje mesmo o Senhor o entregará nas minhas mãos, eu o matarei e cortarei a sua cabeça. Hoje mesmo darei os cadáveres do exército filisteu às aves do céu e aos animais selvagens, e toda a terra saberá que há Deus em Israel.
  • 47. Todos os que estão aqui saberão que não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos".
  • 48. Quando o filisteu começou a vir na direção de Davi, este correu para a linha de batalha para enfrentá-lo.
  • 49. Tirando uma pedra de seu alforje, arremessou-a com a atiradeira e atingiu o filisteu na testa, de tal modo que ela ficou encravada, e ele caiu, dando com o rosto no chão.
  • 50. Assim Davi venceu o filisteu com uma atiradeira e uma pedra; sem espada na mão, derrubou o filisteu e o matou.
  • 51. Davi correu, pôs os pés sobre ele, e, desembainhando a espada do filisteu, acabou de matá-lo, cortando-lhe a cabeça com ela.
  • Quando os filisteus viram que o seu guerreiro estava morto, recuaram e fugiram.
  • 52. Então os homens de Israel e de Judá deram o grito de guerra e perseguiram os filisteus até a entrada de Gate e até as portas de Ecrom. Cadáveres de filisteus ficaram espalhados ao longo da estrada de Saaraim até Gate e Ecrom.
  • 53. Quando os israelitas voltaram da perseguição aos filisteus, levaram tudo o que havia no acampamento deles.
  • 54. Davi pegou a cabeça do filisteu, levou-a para Jerusalém e guardou as armas do filisteu em sua própria tenda.
  • 55. Quando Saul viu Davi avançando para enfrentar o filisteu, perguntou a Abner, o comandante do exército: "Abner, quem é o pai daquele rapaz?"
  • Abner respondeu: "Juro por tua vida, ó rei, que eu não sei".
  • 56.E o rei ordenou-lhe: "Descubra quem é o pai dele".
  • 57. Logo que Davi voltou, depois de ter matado o filisteu, Abner levou-o perante Saul. Davi ainda segurava a cabeça de Golias.
  • 58. E Saul lhe perguntou: "De quem você é filho, meu jovem?"
  • Respondeu Davi: "Sou filho de teu servo Jessé, de Belém".


INTRODUÇÃO

Vencendo o Gigante!

Com base no texto bíblico acima que narra a vitória de Davi contra o Gigante Filisteu Golias num momento em que o Exército de Israel estava sendo terrivelmente afrontado e sem reação contra o Exército Filisteu, vamos relatar aqui momentos que nos darão entendimento do que poderá ser comparado ao mundo espiritual dessa guerra que o povo de Deus saiu vitorioso. Os Filisteus tinham entre os seus guerreiros um Gigante, um homem de grande estatura e experiente em guerras, o Gigante Golias. Em meio a essa iminente batalha  Deus levanta mais uma vez um servo para derrotar os inimigos de Israel como sempre fez ao longo da história de Seu povo em batalhas. Porém, do lado do Exército do Deus de Israel havia um jovem destemido e com experiências de lutas contra um leão e um urso onde prevaleceu contra estes dois terríveis animais em defesa das ovelhas de seu pai. Aqui trataremos de uma forma espiritual usando os exemplos de Davi de como vencermos os gigantes que se levantam contra ossas vidas diante de tantas situações adversas que vivenciamos no dia a dia ao longo das nossas vidas.

Todos os dias enfrentamos nossos próprios gigantes. Mas quais são estes gigantes que tanto assombram as nossas vidas? Trataremos abaixo com bases em textos bíblicos, versículos e oráculos do Senhor de como vencermos as batalhas impostas pelo inimigo de nossas almas usando o poder que há na Palavra de Deus.

Vejamos a luz da Palavra de Deus:
1 - Nossos familiares quando estão longe da presença de Deus e não querem ou não percebem da real necessidade de buscar ao Senhor dando assim legalidade ao inimigo para atacar suas vidas, usaremos exemplos baseados nos oráculos do Senhor para combater as astutas ciladas do inimigo. Vejamos pela Palavra de Deus como combater ao inimigo pela fé: "Escutem-me, vocês de coração obstinado, vocês que estão longe da retidão" (Isaías 46:12).

2 - Diante de uma doença que parece ser incurável aos olhos humanos e que não vai passar ou que poderá levá-lo a morte, devemos mais uma vez confiar no Senhor. Evidentemente que devemos procurar um médico, remédios, etc.., mas primeiramente devemos buscar Aquele que pode nos ajudar a qualquer momento e resolver nossos problemas. No Evangelho de São Mateus o Senhor Jesus tem sempre uma maneira de nos ajudar e manifestar o Seu poder de acordo com o seguinte versículo: "Jesus foi por toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas deles, pregando as boas novas do Reino e curando todas as enfermidades e doenças entre o povo" (Mateus 4:23).

3 - Quando percebemos que estamos totalmente endividados com as portas fechadas e sem solução de como resolver tal situação e parece que não vamos conseguir pagar as dívidas e que não temos mais a quem se socorrer, Deus tem sempre uma saída uma ajuda conforme relata em Sua Palavra. Vejamos o seguinte: "e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz" (Colossenses 2:14).

4 - Quando estamos com uma conta que nos parece impossível de recebermos. Muitas vezes em se tratando de dinheiro as coisas tentem a demorar e parece que nunca chega a benção tão esperada. Mas temos um advogado a serviço de seus servos e nos defende e abençoa. Vejamos o seguinte versículo: "O Senhor faz justiça e defende a causa dos oprimidos" (Salmos 103:6).

5 - Quando recuamos diante de situações difíceis pelo simples fato de termos medo. Há diversas situações que não vislumbramos o socorro de Deus em nossas vidas e na maioria das vezes nos desesperamos por falta de fé. Geasi não vislumbrou os que estavam a seu favor até que o profeta lhe abriu os olhos: O profeta respondeu: "Não tenha medo. Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles" (2 Reis 6:16).

Na verdade todos temos as nossas lutas, nossas dificuldades e as vezes nos sentimos pequenos para enfrentarmos os gigantescos problemas que se apresentam diante de nós e ficamos sem saber quais as atitudes a serem tomadas ou ficamos sem qualquer reação. Diante disso passamos a ter os seguintes sentimentos:

1 - Sentimentos ou pensamento de derrotas: "Todas as nações me cercaram, mas em nome do Senhor eu as derrotei" (Salmos 118,10).

2 - Sentimentos frustrados: "Serão humilhados e aterrorizados todos os meus inimigos; frustrados, recuarão de repente" (Salmos 6:10).

3 - Sentimentos de desânimo: "Portanto, visto que temos este ministério pela misericórdia que nos foi dada, não desanimamos" (2 Coríntios 4:1).

Quando o Exército de Israel estava sendo afrontado pelo Gigante e pelo Exército Filisteu, sentimentos de pavor e medo corriam dentro de cada soldado do Exército de Israel e estavam diante de um grande problema humanamente impossível, pois o que o Gigante Golias dizia causava pânico no moral da tropa mas com a graça de Deus Davi deu vitória ao Seu povo.

O Rei Saul e seu Exército Israelita não sabiam o que fazer diante do que se passava, pois ninguém tinha coragem de lutar pois o medo se os abateu de uma força que estavam atemorizados com a força do inimigo. Este é um sentimento comum num momento de crise, principalmente quando pessoas se vêem grande desvantagem de força, pois quando ficamos sem dormir por muito tempo, mal alimentado, acabamos passando por profunda angústia e se desfalece as nossas forças. Aconteceu é que ali não estava havendo fé no Senhor Deus dos Exércitos por parte do Exército de Israel, pois precisou que um menino tomasse uma grande atitude corajosa diante de tantos famosos guerreiros que viam o Gigante Golias não apenas como um soldado inimigo, mas como um monstro indestrutível. O nosso chamado é para sempre confiarmos no Senhor. Não estamos dizendo que seja totalmente errado olharmos para o tamanho do problema, como não podemos dizer que Davi não olhou para o Gigante Golias e de certa forma sentiu sua desvantagem. Sabia que que era difícil a situação e não fazer nada. Tomou uma atitude enfrentando o problema que estava diante de seus olhos e agiu. Golias era um homem de guerra, um homem valente fortemente armado e com mais de três metros de altura e de forte musculatura, mas Davi não temeu as aparências e o enfrentou, não por sua capacidade física, mas por confiar no Senhor Deus dos Exércitos, e foi o que o fez e venceu o inimigo e o Exercito do Senhor venceu aquela batalha.

Mas nem o Rei e nem aqueles soldados que ali estavam não conheciam verdadeiramente o Deus a quem estavam servindo, Davi sim, por isso não podiam ter forças para enfrentar o inimigo. Para eles era uma situação desesperadora, pois os filisteus já estavam chamando os Israelitas de covardes e estes temiam e tremiam de medo diante daquela situação. Então o Senhor usou a Davi, um moço, para dar uma lição nos filisteus e também no Seu próprio povo, que não estava confiando no Senhor dos Exércitos que os poderia ter livrado de seus inimigos mesmo sem a presença de Davi. Vimos ai uma atitude de fé e obediência a Deus.

Como vencer a um gigante?
1 - O bom soldado não deve fugir da luta - v.32:
"E Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá, e pelejará contra este filisteu". Quando Davi foi ameaçado pelo Gigante Golias, não temeu e se colocou como servo de Deus confiando na vitória, pois tinha certeza da ação do Senhor. Embora as circunstâncias fossem adversas, não podia se amedrontar, muito menos recuar, pois a vitória tinha como certa porque confiava no poder de Deus. O nosso Deus pelejará por nós - v. 37: “O SENHOR me livrou da mão do leão e da do urso; ele me livrará da mão deste filisteu”, ou seja, Davi depositou toda sua confiança no Deus de Israel.

2 - Davi não aceitou a derrota e o desprezo sofrido por seus próprios compatriotas, muito menos do inimigo:
O texto diz (v.42-44) "42. Olhou para Davi com desprezo, viu que era só um rapaz, ruivo e de boa aparência, e fez pouco caso dele. 43. Disse ele a Davi: "Por acaso sou um cão, para que você venha contra mim com pedaços de pau?" E o filisteu amaldiçoou Davi, invocando seus deuses, e disse: "Venha aqui, e darei sua carne às aves do céu e aos animais do campo!". O Gigante filisteu desprezou a Davi, desdenhou e caçoou dele. Mesmo que tudo fosse ao contrário, Davi não desistiu porque provou através de  Deus a sua fé. Quando vislumbramos quem era Davi para enfrentar o Gigante Golias, chegamos a conclusão de que não tinha nenhuma condição humana, mas quando entregamos as coisas nas mãos do Senhor, o impossível se torna possível. Naquele momento todo o povo de Israel já estava com semblante abatido, frustrados, cheios de medo, mas Deus os livrou das mãos se seus inimigos usando apenas um menino. Este é o Deus Todo poderoso que peleja por Seu povo!

3 - Davi venceu com as suas próprias iniciativas e força: 
Diz o v.45 que “Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu vou a ti em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado”. O menino Davi foi pelejar não confiando nas suas própria forças ou na sua capacidade física, mas confiou integralmente na força do Senhor nosso Deus. Será que a força de Davi era suficiente para derrubar o gigante? Claro que não, todos ali viam as coisas dessa maneira, porém Davi viu algo que nenhum dos outros viu ou imaginou. Viu Deus em si e confiou.

4 - Davi não inventou nada, apenas agiu confiando no Senhor:
Davi tinha como arma somente uma Funda e juntou no riacho cinco pedras do riacho. Quando colocaram uma armadura pesada sobre seu corpo, não era propriamente sua, por isso pediu que as tirasse, aquilo não era para ele e estava lhe dificultando os movimentos e em nada facilitando. O Salmista disse: "Ouve-me, povo meu, e eu te atestarei: Ah, Israel, se me ouvires! Não haverá entre ti deus alheio nem te prostrarás ante um deus estranho" (Salmos 81:8-9). Deus fala: "Abra a tua boca e eu ta encherei”. Em outras palavras: "Tenha ânimo, disposição e eu te ajudarei". Davi realmente confiava no Deus que servia e sabia da Sua força.


CONCLUSÃO

Neste estudo sobre Davi e o Gigante Golias, Hebreus x Filisteus, vimos que não são as coisas humanas que deram vitória aos Israelitas, mas a fé de um menino cheio de ousadia e coragem, que fez com que o inimigo maior caísse por terra e que os companheiros fugissem amedrontados devido a derrota de seu maior ídolo.

Diante de tais circunstâncias não devemos inventar nada, mas simplesmente “Confiar em Deus, no Senhor poderoso Deus dos exércitos", que é o que nos dará a vitória com certeza. Muitos servos de Deus se colocaram a disposição e foram vitoriosos: O Profeta Isaías: "Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim" (Isaías 6:8). Vejamos o Profeta Jeremias que pensava que era apenas um menino: "Mas o SENHOR me disse: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás" (Jeremias 1:7). Estas passagens das Santas Escrituras nos relatam uma importante lição espiritual para quem enfrentar o povo de Deus, ou um de Seus filhos amados: "Quem é este incircunciso para enfrentar o exército do Deus vivo?”. Dentro da Igreja o diabo tem afrontado a muitos de nossos irmãos crentes e muitos tem saído correndo fugindo da presença de Deus por causa do barulho ou do tamanho do problema causado pelo inimigo. Se fugirmos das circunstancias estaremos dando espaço para o maligno, por isso, diante das lutas, devemos buscar ao Senhor incessantemente e confiarmos que nos alcançara a vitória.


"Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, 
invocai-o enquanto está perto" (Isaías 55,6).

Nenhum comentário:

Templo Sede

Templo Sede
Avenida Independência, 1999, Centro, Palmeira das Missões

Congregação Bairro Mutirão

Congregação Bairro Mutirão
Avenida José Firmino Vilande, 274, Bairro Mutirão, Palmeira das Missões

Congregação de Santo Augusto

Congregação de Santo Augusto
Rua Nonô Prates, 43, Bairro Santa Fé, Santo Augusto

Congregação Frederico Westphalen

Congregação Frederico Westphalen
Rua 137, sn, Bairro Distrito Industrial, Frederico Westphalen, RS

CONEMAD-RS E DEPARTAMENTOS

DIRETORIA CONEMAD-RS 2019-2022

CARGO

NOME

Presidente

Pr. Isaque Saletti dos Santos

1º Vice Presidente

Pr. Moisés dos Santos Lemos

2º Vice Presidente

Pr. Luiz de Bairro

3º Vice Presidente

Pr. Jerônimo Luiz da Silva

4º Vice Presidente

Pr. Valério Ricardo de Melo

5º Vice Presidente

Pr. João Sidnei dos Anjos Mombaque

1º Secretário

Pr. Jussiê Alberto Teixeira

2º Secretário

Pr. Adames Paz da Silva

3º Secretário

Pr. José Fernandes da Silva

4º Secretário

Pr. Peterson Donizete Gomes da Silva

5º Secretário

Pr. Paulo Alaert Martins

1º Tesoureiro

Pr. Emerson Fabiano Chaves

2º Tesoureiro

Pr. Jonas Cemim de Borba

1º Conselheiro Fiscal

Pr. Paulo de Souza

2º Conselheiro Fiscal

Pr. Lindomar Silveira Prestes

3º Conselheiro Fiscal

Pr. Carlos Roberto Silva dos Santos

1º Sup. Vice Presidente

Pr. Marlon Almeida Santos

2º Sup. Vice Presidente

Pr. José Alvori Lemos dos Reis

3º Sup. Vice Presidente

Pr. Jacó Luiz Martiny

4º Sup. Vice Presidente

Pr. Vandir de Bairro

5º Sup. Vice Presidente

Pr. Jeremias Feliciano Dias

1º Sup. Secretário

Pr. Gideon Dias Barros

2º Sup. Secretário

Pr. Osnei de Oliveira da Silva

3º Sup. Secretário

Pr. Pedro Enio Rodrigues

4º Sup. Secretário

Pr. Rogério da Silva

5º Sup. Secretário

Pr. João Amilton de Anunciação

DIRETORIA CIBE RS

CARGO

NOME

Presidente de Honra

Missionária Sandra Regina de Melo

Presidente de Honra

Pra. Regina Vargas

Presidente de Honra

Pra. Nair Prestes

Presidente

Pra. Marilene Lemos

1ª Vice Presidente

Pra. Esdra dos Santos

2ª Vice Presidente

Pra. Nelci Martins

3ª Vice Presidente

Pra. Helena da Silva

4º Vice Presidente

Pra. Beatriz Mombaque

5º Vice Presidente

Pra. Valéria Cabreira

ASSESSORAS REGIONAIS

Rio Grande

Pra. Débora Godoi de Melo

Porto Alegre

Misª. Eloíza Mann

Rolante

Misª. Edineia Borba

Catuípe

Misª. Fabiana

Farroupilha

Pra. Marlei de Bairro

Santiago

Pra. Cibele Martins

Tramandaí

Pra. Nelci Martins

TESOUREIRAS

1ª Tesoureira

Pra. Janete Paz

2ª Tesoureira

Pra. Rosane da Luz

3ª Tesoureira

Pra. Rosangela da Silva

4ª Tesoureira

Misª. Angela Lima

5ª Tesoureira

Misª. Neiva Vargas

SECRETARIA

Secretária Executiva

Misª. Marcia Prestes

1ª Secretária

Misª. Gilda Martins Dias

2ª Secretária

Misª. Michelle Teixeira

3ª Secretária

Misª. Andrea Martiny

4ª Secretária

Misª. Dienefer Mongelos

5ª Secretária

Misª. Elenir Bitencourt

DIRETORIA UMADERSUL

CARGO

NOME

Presidente

Pr. Cleber Lima

1ª Vice Presidente

Pr. Maicon Rafael dos Santos

2ª Vice Presidente

Pr. Marlon Santos

3ª Vice Presidente

Pb. Gabriel Wolmann

TESOURARIA

1ª Tesoureiro

Pr. Clayton Graciano Ferreira

2ª Tesoureiro

Ev. Wiliam Oliveira Machado

SECRETRARIA

1ª Secretária

Glaucia Teixeira

2ª Secretária

Emelin Borba

3ª Secretária

Dc. Oséas Govea

SECRETARIA DE MISSÕES – SEMMIRS

CARGO

NOME

Diretor

Pr. Franco Gonçalves Laus

1ª Vice Diretor

Pr. Marcos Moreira

REGIONAIS

Fronteira

Pr. Edson Rodrigues de Farias

Serra/Farroupilha

Pr. Josuel Vargas da Cruz Vieira

Litoral/Tramandaí

Ev. Filipi Domingos Moreira

COORDENADORIA DE PROJETOS

Coord. Proj. Interior

Pr. Jussiê Alberto Teixeira

Coord. Proj. Capital

Pr. Marlon Santos

TESOURARIA

1º Tesoureiro

Ev. Josias Moreira Thomas

2ª Tesoureira

Pra. Rosane da Luz

SECRETARIA

Secretário Executivo

Pb Eliel Silveira Prestes

INTERCESSÃO

Líder

Misª Karine Laus

Intercessora

Misª Marcia Moreira

Intercessora

Misª Michelle Teixeira

Intercessora

Rosmari Da silva Vieira

DIRETORIA DO CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES - ANO 2018

CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES
DIRETORIA EXECUTIVA - ANO 2018

PRESIDÊNCIA:
Pastor
JOÃO AMILTON DE ANUNCIAÇÃO.

VICE-PRESIDÊNCIA:
Primeiro Vice-Presidente, Presbítero MOISÉS MENDES BATALHA;
Segundo Vice-Presidente, Evangelista FÁBIO ROMERO DA SILVA.

SECRETARIA:
Primeira Secretário, Presbítero MENDEZ MARTINS COIMBRA;
Segundo Secretário, Presbítero GUSTAVO CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO..

TESOURARIA
Primeira Tesoureira, Missionária
ROSIMARI OLIVEIRA DA ROCHA;
Segunda Tesoureira, Pastora
MARTHA VALÉRIA LOPES CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO.

CONSELHO FISCAL E ADMINISTRATIVO:
Pastor JACOB VANDERLEI PORTOLAN;
Evangelista ABEL MARTINS MATTOS;
Presbítero PAULO RENATO PRESTES;
Diácono PAULO ROBERTO DA SILVA MEDEIROS (Susbsto).


CONGREGAÇÕES - PASTORES DIRIGENTES
PALMEIRA DAS MISSÕES - BAIRRO MUTIRÃO
Presbítero MOISÉS MENDES BATALHA.

CONGREGAÇÃO DE SANTO AUGUSTO:
Evangelista FÁBIO ROMERO DA SILVA.

CONGREGAÇÃO FREDERICO WESTPHLEN:
Presbítero PAULO RENATO PRESTES.


CÍRCULO DE ORAÇÃO - OBREIRAS DIRIGENTES:
PALMEIRA DAS MISSÕES - SEDE
Dirigente, Diaconisa ODILA STEPHANINI BATALHA;
Diaconisa HELGA SCHOKAL LENCINA;
Diaconisa CLEUSA DE OLIVEIRA DE MEDEIROS.

CONGREGAÇÃO BAIRRO MUTIRÃO
Dirigente, Diaconisa ODILA STPHANINI BATALHA.

CONGREGAÇÃO SANTO AUGUSTO
Dirigente, Diaconisa TEREZINHA KOWALSKI.

CONGREGAÇÃO FREDERICO WESTPHALEN
Dirigente, Diaconisa MARINES BRIZOLLA PRESTES.

RELAÇÃO DE OBREIROS - 2018

RELAÇÃO DOS OBREIROS DO CAMPO PARA O ANO DE 2018

Relação dos Obreiros e Obreiras para o ano de 2018, da Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Palmeira das Missões Ministério de Madureira, sito na Avenida Independência, 1999, centro da cidade de Palmeira das Missões, CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES, conforme a seguir relacionados:­


001 - PALMEIRA DAS MISSÕES – SEDE:

Pastor Presidente JOÃO AMILTON DE ANUNCIAÇÃO,

Pastora MARTHA VALÉRIA LOPES CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Evangelista ABEL MARTINS MATTOS,

Missionária ROSIMARI OLIVEIRA DA ROCHA,

Presbítero GUSTAVO CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Diácono PAULO ROBERTO DA SILVA MEDEIROS,

Diaconisa HELGA SCHOKAL LENCINA,

Diaconisa ODILA STEPHANINI BATALHA,

Diaconisa CLEUSA DE OLIVEIRA MEDEIROS,

Diaconisa OLINTA ROZANI NIEDERAUER GUTLER,

Cooperador GUILHERME CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Cooperador GABRIEL CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Cooperadora ELCY MULLER FRANCO.


002 - PALMEIRA DAS MISSÕES – CONGREGAÇÃO BAIRRO MUTIRÃO:

Presbítero MOISÉS MENDES BATALHA,

Presbítero MENDES MARTINS COIMBRA.


003 - SANTO AUGUSTO - CONGREGAÇÃO:

Pastor JACOB VANDERLEI PORTOLAN,

Missionária ÂNGELA ROSANE PORTOLAN,

Evangelista FÁBIO ROMERO DA SILVA,

Evangelista GILMAR KOWALSKI,

Presbítero VILSON PICCO,

Diaconisa MARISA CRISTINA MOREIRA DA SILVA,

Diaconisa ROSIMARI CAMARGO PICCO,

Diaconisa ELEONIR TERESINHA CHAVES KOWALSKI.

Cooperador GERSON DOMINGOS ALBINO MANOEL.


004 - FREDERICO WESTPHALEN - CONGREGAÇAO:

Presbítero PAULO RENATO PRESTES,

Diácono DIONE LUIZ SARMENTO,

Diaconisa MARINÊS DA SILVA BRIZOLLA,

Diaconisa EDINARA BRIZOLLA PAES,

Diaconisa DIONEFER BRIZOLLA SARMENTO.


OUTRAS CIDADES - OBREIROS:


LAGEADO DO BUGRE

Presbítero ABEL SUTERES,

Diaconisa MARIA TEREZINHA MOREIRA SUTERES.

Pórtico de Palmeira das Missões

Pórtico de Palmeira das Missões